OPERAÇÃO PÉS DE BARRO: Secretária de Wilson Santiago ficará em prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica – ENTENDA

De acordo com a defesa da assessora, ela foi presa após dois dias de uma cirurgia estética e estaria em recuperação. O juiz determinou que ela prosseguisse em prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica. Uma perícia médica deve determinar quando ela estará recuperada e então ela deve seguir para o presídio.

Operação Pés de Barro

A Polícia federal realizou em dezembro a “Operação Pés de Barro”, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa dedicada à realização de pagamentos ilícitos e superfaturamentos de obras no Sertão da Paraíba.  O prefeito de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes (PSDB), foi preso durante a ação, assim como Evani Ramalho e Israel Nunes de Lima, ambos assessores do deputado Wilson Santiago, que também foi alvo da operação onde foi afastado do cargo de deputado federal , Severino Batista do Nascimento Neto, motorista de Bosco também foi preso pela operação.

A operação tem como base o acordo de colaboração premiada firmado pelo empresário George Ramalho Barbosa, da Construtora Coenco. A empresa foi responsável pela construção da Adutora Capivara. Ele disse à Polícia Federal que teria sido pressionado a pagar propinas de 10% ao deputado e 5% ao prefeito. Este último teria passado a receber os recursos a partir de 2017. As vantagens ilícitas, de acordo com a Polícia Federal, viriam de suposto superfaturamento das obras. O sistema adutor deve se estender do município de São José do Rio do Peixe-PB ao município de Uiraúna-PB, no Sertão da Paraíba.

As obras contratadas, inicialmente, pelo montante de R$ 24,8milhões já teriam permitido, de acordo com as investigações, a distribuição de propinas no valor R$ 1,2 milhão.

Em nota, o advogado de Wilson Santiago, Luís Henrique Machado, afirmou que o parlamentar recebeu “com respeito e acatamento” a decisão do ministro Celso de Mello. “[Santiago] Está absolutamente tranquilo e demonstrará, em momento oportuno, a inexistência de qualquer relação com os fatos investigados”, afirmou o advogado.

Em nota, o prefeito de Uiráuna, diz está confiante com o restabelecimento da verdade, “estamos confiantes quanto ao restabelecimento da verdade e mais uma vez, reafirmo o compromisso que fiz com Uiraúna e venho mantendo durante toda a minha pública: cuidar bem dessa cidade e do seu povo. Neste momento, peço a todos tranquilidade para que aguardemos o desenrolar das investigações e que tudo possa ser devidamente apurado e esclarecido o mais breve possível”.

Entregas de propinas flagradas na Paraíba e em Brasília

Segundo a investigação da Polícia Federal, houve pelo menos cinco entregas de propina feitas no edifício Holanda´s Prime, em Tambaú, João Pessoa. No dia 13 de setembro, na garagem do subsolo do prédio, foi feita a entrega de R$ 50.000. No mesmo edifício foram feitos repasses no dia 18 de setembro, com entrega de R$ 50.000. No dia 25 de setembro, foi feita a entrega de R$ 40.000 e no dia 27 de setembro, houve repasse de R$ 60.250. Todos os repasses foram feitos a Evani Ramalho, que é assessora do deputado federal Wilson Santiago.

Propina entregue em flat, em Cajazeiras

Foi feita a entrega de R$ 50.000 a João Bosco Fernandes, no dia 19 de setembro, no Gravatá Flat Hotel, em Cajazeiras.

Propina entregue em pousada de Manaíra, João Pessoa

Foi feita a entrega de R$ 20.000 a João Bosco Nonato Fernandes, no dia 23 de setembro durante conversa na Pousada Verde Mar, em Manaíra.

Propinas entregues em sedes do PT e PTB, em João Pessoa

Foi feita a entrega de R$ 40.000 a João Bosco Nonato Fernandes, no dia 24 de setembro. O repasse ocorreu na sede do Partido Trabalhista Brasileiro, no bairro Miramar, em João Pessoa. No dia 3 de outubro, também foi feita a entrega de R$ 25.000, na sede do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), na Avenida Epitácio Pessoa. A secretária parlamentar Evani Ramalho, lotada no gabinete de Wilson Santiago, foi a responsável por agendar a data e o local da entrega dos valores.

Entrega de propina em hotel, em Sousa

Segundo a PF, foi feita a entrega de de R$ 25.000 a João Bosco Nonato Fernandes, prefeito de Uiraúna, para repasse ao deputado federal Wilson Santiago. A entrega ocorreu no Hotel “Vó Ita”, município de Sousa, no dia 23 de outubro.

Entrega de propina no aeroporto de Brasília

Foi feita a entrega de R$ 50.000 no aeroporto de Brasília, no dia 7 de novembro, ao deputado federal Wilson Santiago, por intermédio do secretário parlamentar Israel Nunes de Lima.Leia Também:   Supremo afasta Wilson Santiago do cargo de deputado: PF teria vídeos de entrega de dinheiro de propina

Entrega de propina em supermercado, em João Pessoa

Houve entrega de R$ 50.000 a Evani Ramalho, no dia 8 de novembro, dentro do supermercado Pão de Açúcar, em João Pessoa, para repasse ao Prefeito de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes.

Créditos da matéria e foto: Polêmica Paraiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *