Prefeitura atrasa salários e greve dos servidores de Escada deve afetar Campanha de Vacinação deste sábado (19)

Com a paralização dos servidores, campanha de vacinação deste sábado (19) poderá não ocorrer.

Os servidores municipais da prefeitura de Escada, cidade da região metropolitana do Recife devem cruzar os braços a partir da próxima segunda-feira (21), mas efeitos da paralisação já serão sentidos neste final de semana.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem de Pernambuco (SATENPE), Francis Herbert, a greve ocorrerá devido a falta de pagamento aos servidores sem que a prefeitura houvesse dado nenhuma explicação a categoria.

Os servidores esperavam receber seus salários desde o dia 10, porém até o fechamento da matéria, o prefeito Lucrécio Gomes (foto), não havia dado nenhuma informação do motivo do atraso nem da previsão de pagamento dos funcionários e sem sequer pagar o auxílio transporte, como era realizado na gestão anterior.

De acordo com Francis Herbert, o sindicato já ouviu a categoria e foi aprovada a indicação de greve até que o prefeito regularize o pagamento. “Estamos tratando com a categoria, aonde deliberamos suspender nossas atividades no município até que o prefeito regularize os salários dos profissionais”, disse o sindicalista.

O presidente do SATENPE ainda denunciou que há servidores municipais que estão sem condições de se deslocar para o município para cumprir com suas obrigações, já que estão sem salários e sem previsão de quando irão receber.

“Em detrimento da falta de negociação, já que tentamos comunicação com o prefeito e com o Secretário de Saúde sem êxito, não nos restou outra alternativa senão suspender nossas atividades no município de Escada”, explicou Francis Herbert.

Greve afetará vacinação deste sábado

Com a paralização dos servidores, o município ficarará de fora da Campanha Nacional de Vacinação prevista para acontecer neste sábado (20), garantiu o presidente do SATENPE. “No dia “D” deste sábado nós não vamos fazer a Campanha de Vacina. Estamos suspendendo a Campanha em devido a falta de compromisso do gestor para com os servidores”, finalizou.

De acordo com a Associação Municipalista de Pernambuco – AMUPE, todos os municípios pernambucanos receberam o FPM no dia 10 de outubro, mesmo assim, o dinheiro que poderia ser usado para o pagamento dos servidores não foi utilizado.

Reincidência

Não é a primeira vez que a prefeitura atrasa o salários dos servidores. Até meados do mes de janeiro desse ano, servidores efetivos e comissionados da prefeitura de Escada, administrada pelo prefeito Lucrécio Gomes, (PSB), não haviam recebido seus salários do mês de dezembro e grande parte também não tinha sequer recebido o décimo terceiro.

Em uma mensagem de texto que viralizou nas redes sociais, o prefeito chegou a dizer que havia ocorrido um bloqueio dos recursos recebidos através do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), enviados pelo governo federal.

A Confederação Nacional dos Municípios- CNM, alerta que os gestores municipais tenham cautela em suas gestões e ao gerir os recursos municipais. Para tanto, é preciso planejamento e reestruturação dos compromissos financeiros das prefeituras para que seja possível o fechamento das contas, dever de casa que, pelo que parece, o prefeito de Escada, Lucrécio Gomes, não fez.

A reportagem tentou contato por diversas vezes com o prefeito Lucrécio Gomes e com o Secretário de Finanças do município, mas nenhum atendeu ou retornou aos nossos contatos.

Da Redação do Soltando O Verbo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *