LEI DA MORDAÇA: Vereadores de oposição acusam vice-presidente da Câmara de impedir pronunciamentos

O vereador de Cabedelo, Hérlon Cabral (foto) usou as redes sociais nesta sexta-feira (18) para denunciar que o suplente de vereador Pereira, que recentemente assumiu uma vaga no legislativo e ja é vice-presidente da Casa, de estar impedindo que os vereadores de oposição usem a tribuna da Câmara.

Hérlon Cabral, fez grave denúncia através de um vídeo feito durante Sessão na Câmara Municipal. Segundo ele, Pereira, visceral defensor do prefeito Vitor Hugo, impede que qualquer vereador de oposição tenha direito de se pronunciar na tribuna, desligando os microfones.

“O presidente em exercício, José Pereira, não deixa nenhum vereador de oposição falar na tribuna. Somos impedidos de fazer qualquer tipo de reivindicação da comunidade para não contrariar o prefeito. O vereador Pereira chega a desligar o microfone de qualquer vereador de oposição para não constranger o prefeito”, desabafou Hérlon.

Vereador Pereira (foto) teria agido de forma deselegante, o que não condiz com o cargo que exerce.

A reportagem não conseguiu falar com Pereira, para que ele explicasse o real motivo dos gestos indecorosos e deselegantes denunciados por um dos seus Pares.

Do Soltando O Verbo

3 Replies to “LEI DA MORDAÇA: Vereadores de oposição acusam vice-presidente da Câmara de impedir pronunciamentos”

  1. N O T A P Ú B L I C A

    Tendo em vista as informações inverídicas que vêm sendo divulgados nas últimas horas, venho por meio desta nota informar o que segue:

    A Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Cabedelo, ocorrida na última quinta-feira, 17 de outubro do corrente ano, fora conduzida sob a presidência do vereador subscritor.

    Ocorre que, durante a discussão de requerimentos que tramitam no Parlamento Mirim, o Vereador condutor dos trabalhos procedeu em irrestrita conformidade com o Regimento Interno da casa legislativa, ao decidir questões de ordem e possíveis reclamações de parlamentares.

    O Parlamento, consoante é sabido, local de debates e discussões voltadas estritamente para consecução de sua função institucional e pública, no interesse do Município de Cabedelo, encontra-se, imprescindivelmente, respeitado por este vereador enquanto no exercício e condução dos trabalhos, segundo prerrogativas asseguradas nas normas regimentais da Casa.

    Por fim, inexistiu, na referida Sessão, qualquer cerceamento ao direito de manifestação aos vereadores que compõe a Câmara Municipal de Cabedelo, sendo certo que tal prerrogativa parlamentar não pode ser confundida com o desejo incontrolável de tumultuar os trabalhos e impedir o regular processamento das Sessões Ordinárias do poder legislativo.

    Firme no propósito de melhor desempenhar a minha função, seja na qualidade de parlamentar, seja na condição eventual de Presidente da mesa, reafirmo que não permitirei o desvirtuamento de prerrogativas regimentais, sempre em defesa da condução dos trabalhos legislativos.

    Ver. José Pereira

  2. Não entraram em contato com vereador nem com sua assessoria. Existem vários meios para tentar o contato.
    Queremos o direito de resposta!

  3. Nós que dirigimos o site Soltando O Verbo, veículo de comunicação com mais de dez anos de serviços prestados à cidade de Cabedelo, SEMPRE primamos pela ética e a seriedade e temos como situação sinequanon, ouvirmos os dois lados da história antes da postagem de qualquer matéria.

    Sendo assim, reafirmamos que a reportagem SIM, tentou contato com o verador, através do seu contato telefônico via whatsapp, mas não obteve êxito nem retorno ao contato; deixando mensagem em sua referida rede social, é só conferir

    Por fim, disponibizamos espaço para que V. Sa. Possa se pronunciar, como sempre fazemos, independente do interessado ser o senhor ou não.

    Att

    Wellington Costa
    soltandooverbo.com.br
    jornalismosv@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *