Ministra Damares anuncia ações de combate à violência contra a mulher em Jaboatão

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, visitou o município de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, na manhã desta sexta-feira (13). Na ocasião, foram anunciadas parcerias entre os dois órgãos no combate à violência contra a mulher. A ministra foi recebida pelo prefeito da cidade, Anderson Ferreira, no Complexo Administrativo de Jaboatão, localizado na Estrada Batalha.

Durante o encontro, foram anunciados dois programas elaborados pelo Governo Federal que serão executados em Jaboatão dos Guararapes a partir do mês de outubro. O município será o primeiro do Brasil a receber ‘Qualifica’ e ‘Salve uma mulher’. De acordo com Damares, a Secretaria Executiva da Mulher de Jaboatão dos Guararapes articulou com o ministério para receber as iniciativas.

“Jaboatão tem uma gestão participativa, já conhecemos a iniciativa do prefeito e sabemos do seu compromisso com o fortalecimento da família e muitas iniciativas que ele fez enquanto parlamentar. Viemos colaborar com o que já acontece por aqui. Nós sentamos com essa Prefeitura porque fomos procurados”, comentou Damares, acrescentando que o Ministério não foi procurado pela administração municipal do Recife.

Um dos programas é o ‘Qualifica’, que pretende oferecer cursos profissionalizantes para mulheres. Inicialmente, serão atendidas as moradoras de áreas ribeirinhas. A Prefeitura estima que possam ser contempladas mais de 4 mil pessoas nessas localidades. “Nós sabemos que muitas mulheres continua com o agressor por ele ser o provedor. A autonomia financeira e econômica de uma mulher pode tirá-la desse ciclo de violência. Por isso, estamos lançando o programa de qualificação e capacitação”, destacou Damares Alves.

A outra iniciativa, ‘Salve uma mulher’, tem o objetivo de capacitar diferentes profissionais de entidades públicas e privadas para que possam reconhecer os sinais de violência e ajudar na denúncia. A proposta é ampliar a rede de proteção para que todos saibam identificar indícios de que uma mulher está sendo agredida.

“Vamos trabalhar com pessoas que já lidam com mulheres. Por exemplo, vamos treinar profissionais de salões de beleza, academia, guardas municipais, líderes religiosos e agentes de saúde para que possam identificar indícios de que a mulher está em sofrimento e orientá-la sobre como procurar ajuda. Essa pessoa vai conhecer a rede de proteção e saber aonde pode buscar apoio”, explicou a ministra.

A parceria não terá contrapartida financeira do Governo Federal. O Ministério esclareceu que o governo apenas articula com a Prefeitura, aproveitando estruturas já oferecidas, como o Espaço Mulher Empreendedora, que será inaugurado pelo município no próximo mês, e outros serviços, como a Patrulha Maria da Penha.

O prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, informou que o apoio do Ministério fortalece os programas já realizados pelo município. “Nós avançamos muito e temos uma secretaria específica da família, de Direitos e Humanos e com vários programas em andamento. Quando a ministra demonstra interesse de somar forças, com a estrutura que já temos, fortalece e potencializa o que estamos fazendo”, destacou.

Do Soltando O Verbo com Diário de Pernambuco.
Foto: Leandro de Santana/DP

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *