Concurso do INSS: MPF ajuíza ação que requer contratações em até 45 dias

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação civil pública (ACP) contra a União e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) cobrando contratações na autarquia em até 45 dias.

O órgão de fiscalização abre a possibilidade de o INSS contratar temporários para cumprir as milhares de tarefas atrasadas no órgão. Se não cumprir o exigido, porém, o governo terá que autorizar o concurso INSS em até 30 dias. A ação tem caráter de urgência e, por isso, de acordo com o MPF, deve tramitar com prioridade.

Assinada pelas procuradoras Eliana Pires Rocha e Anna Paula Coutinho, a ação requer que, em 15 dias, a União autorize a contratação de agentes temporários em número suficiente para suprir as demandas acumuladas há mais de 60 dias no INSS.

O MPF pede ainda que, 30 dias após o aval (totalizando 45 dias), seja publicado um edital com as normas do processo seletivo. E que seja imposta à União a obrigação de conceder autorizações temporárias sempre que, por força da redução do contingente de servidores, a análise das tarefas do INSS ultrapassar 45 dias.

Se as exigências de contratações temporárias não forem cumpridas, o MPF pede que a União seja obrigada a emitir os autos autorizativos para a realização de concurso público para provimento definitivo das vagas de técnico e analista do seguro social.

Esta seleção, segundo o MPF, também deverá visar à formação de cadastro de reserva. A ação requer ainda que, tão logo saia a autorização do concurso para efetivos, o INSS dê posse aos aprovados em 180 dias. No caso de não cumprimento de nenhuma das requisições, a ação prevê multa diária de R$10 mil.

A ação, ajuizada na última quinta, 1º, prevê que todos os cargos vagos da autarquia sejam preenchidos. De acordo com investigação do MPF, dados do próprio governo mostram que hoje já há mais de 19 mil vagas abertas nos níveis médio e superior

Redação com Folha Dirigida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *