NOVAS REVELAÇÕES: Grupo Carajás entra na mira da Operação Xeque-Mate

Este final de semana não trouxe apenas chocolates, juntamente com a Páscoa, trouxe também novidades na Operação Xeque-Mate.

Segundo o jornalista Diego Lima, o ex-vereador Lucas Santino, peça chave das investigações que culminaram, até agora, com diversas prisões dentre elas a do prefeito Leto Viana, a da primeira dama Jacqueline Monteiro, a do presidente da Câmara Lúcio José e de outros tantos vereadores e assessores, em sua delação, teria dito que as transações da Prefeitura de Cabedelo, à época gerida por Leto Viana, em acordo com a Câmara de Cabedelo e que tinha vários vereadores envolvidos nos esquemas de corrupção, eram feitas na base de propinas, por exemplo doações de terrenos, de licenças, entre outras.

Em 2017 a Carajás inaugurou um home center no município, com terreno doado pela Prefeitura e dedução de impostos. Na época, o empreendimento foi comemorado por Leto Viana como um gerador de empregos diretos e indiretos na cidade.

Assim como todos os outros grupos empresariais que fizeram acordo com a gestão de Leto, a Carajás está na mira das autoridades, de acordo com tais informações.

pelo que se tem apurado, parece que muita água ainda deve rolar e novidades certamente surgirão no decorrer das investigações que, a cada dia que passa, dá a impressão que apenas começa.

Do Soltando O Verbo com blog do Diego Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *