Casas da Cidadania do Governo do Estado acumulam reclamações

A população da grande João Pessoa vem reclamando, e com razão, da dificuldade que tem enfrentado para requerer a retirada de documentos através da Casa da Cidadania, órgão de responsabilidade do Governo do Estado.

Embora o portal do Governo do Estado divulgue celeridade na aquisição de documentos, não é bem isso que o cidadão tem encontrado na prática.

Para quem precisa de um documento urgentemente, como uma Carteira de Identidade, por exemplo, vá se preparando porque não conseguirá receber  antes do mês de maio.

O Soltando O Verbo recebeu e-mail de um jovem de dezessete anos chamado Reginaldo Albuquerque, contendo uma denúncia de, segundo ele, “descaso e incompetência”  da Casa da Cidadania, do Governo do Estado.

De acordo com o jovem, preocupado em tirar sua primeira Carteira de Identidade visando as inscrições do ENEM, previstas para o mês de maio, procurou fazer seu agendamento pelo portal da instituição (http://agendamentos.pb.gov.br/SAA/) e ficou indignado ao ser informado que a data mais próxima só em 31 de maio. Inconformado, Reginaldo Albuquerque se dirigiu até a Casa da Cidadania em Santa Rita, Shopping Tambiá e a do Manaira Shopping e, segundo ele, a explicação era uma só: falta de papel para as cédulas e falta de pessoal, o que estava acarretando essa grande demora para resolver a demanda do cidadão.

A reportagem procurou a Casa da Cidadania de Santa Rita, que confirmou a denúncia do internauta. A pessoa responsável disse que no momento, não estão funcionando para pedido de confecção de Carteira de Indentidade por falta do papel para a impressão do documento. Já na Casa da Cidadania do Manaira Shopping, fomos informados por uma funcionária que não quis se identificar, que além da falta de pessoal suficiente para atender a demanda, possuem apenas uma máquina para confecção do documento, já que a outra estava quebrada já há algum tempo.

Questionamos então qual o proceder para o cidadão que precisar do documento. Fomos informados que a situação é a mesma em toda a grande João Pessoa e que deve piorar a partir do final do mês, quando possivelmente, devido a demanda, nem mais pela internet o cidadão irá conseguir agendar a solicitação da Carteira de Identidade.

A funcionária anda sugeriu que quem estivesse com pressa no documento, poderia procurar um outro órgão que confecciona e que fica próximo da Capitania dos Portos. “Lá o cidadão consegue requerer e receber o documento em até três dias, mas tem que chegar lá as 5h da madrugada para conseguir uma ficha”, disse a funcionária que não soube explicar o nome do órgão e o endereço.

Parece que não é só a demora para a confecção do documento que não acompanha a velocidade que o cidadão necessita de acordo com a sua agenda. Para o jovem que está iniciando sua vida laboral, é preciso ter carteira de identidade, carteira de trabalho, além do CPF, para conseguir o almejado primeiro emprego. Para quem quer dar entrada na aposentadoria, muitos documentos precisam de segunda via para comprovar que a pessoa não morreu. Em outras eventualidades a pessoa é assaltada ou tem seu documento extraviado bem na hora que mais precisa desse papel oficial. 

Pelo que constatamos, especificamente ao que se refere a Carteira de Identidade, o cidadão que precisar dos serviços da Casa da Cidadania não só encontrará a burocracia, mas o desaparelhamento, a ineficácia e a inoperância.

No final, a funcionária ainda alertou: “e não adianta divulgar na imprensa, já o fizeram várias vezes e nada resolveram… ah, Boa Sorte!”,  ainda completou ironicamente.

Já Reginaldo, aquele jovem do início da reportagem, encerrou sua denúncia irritado: “É bem complicado depender de órgão público; é desgastante, nos sentimos impotentes”, desabafou.

Da Redação com Imagem da Internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *