CRIME: Tartarugas são encontradas mortas em rede de pesca no Bessa

Um grupo de banhistas encontraram sete tartarugas presas e mortas em uma rede de pesca, neste final de semana. Os quelônios estavam presos em uma rede de pesca colocada em local proibido para a prática em um local conhecido como Caribessa, localizado entre João Pessoa e Cabedelo.

De acordo com uma das pessoas que encontraram as tartarugas, o empresário David Montenegro, uma outra tartaruga também estava presa na rede, mas conseguiu ser salva com vida.

As tartarugas são da espécie tartaruga verde e têm entre 4 e 8 anos. De acordo com o presidente da ONG Guajiru, Roberto Aragão, em um universo de mil tartarugas dessa espécie, no máximo duas conseguem chegar até a vida adulta.

Ainda não há informações de quem teria cometido o crime ambiental. As tartarugas foram retiradas da água e a ONG Guajiru esteve no local. Roberto Aragão informou que só em 2019, mais de 80 tartarugas foram encontradas mortas nas praias entre João Pessoa e Cabedelo.

Da Redação com imagem da internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *