Na última sexta-feira, 31 de março, marítimos de várias categorias se mobilizaram em frente ao prédio da Transpetro, no Centro do Rio, para exigir a implantação imediata do regime de trabalho e repouso de 1×1. Em seguida, uniram-se ao protesto nacional contra as reformas da Previdência e Trabalhista, e o projeto de terceirização.

A Transpetro insiste em postergar as negociações para implantação do regime 1×1. O regime de trabalho e repouso 1×1 não beneficia apenas os trabalhadores marítimos. Ele traz benefícios também para a empresa, serve para fixar o tripulante na Transpetro e reduz a fadiga a bordo, tornando o ambiente de trabalho mais seguro e as operações mais previsíveis.

Os marítimos exigem o regime 1×1 nos navios da Transpetro sem perdas salariais inaceitáveis que a empresa tenta impor aos trabalhadores.

 

Clique na imagem para assistir ao vídeo da manifestação ocorrida na frente da sede da Transpetro

 

Fonte: Sindmar